Em alguma cidade, provavelmente na América Latina, homenagearam o “Negão do Whatsapp” com um funerál.