Aqui no Brasil não é tão comum as mulheres falarem “me come papai”, mas existem expressões com conotação sexual como “vem pro papai” e “dá pro papai” vinda dos homens. Nos EUA é comum ver atrizes pornôs gemendo “daddy” na hora do sexo, mas de onde vem essa tara?

Segundo o site The Porn Dude, que aglutina os melhores sites pornôs do Mundo, inclusive o Sweetlicious.net, a tara vem do desejo da mulher fazer sexo com um homem que tenha as qualidades de um pai e não é pelo fato dela fantasiar sexo com seu próprio pai.

O acolhimento e o domínio de um pai são duas das qualidades apreciadas, mulheres adoram homens dominantes – como bem lembra o site, ’50 tons de cinza’ mostrou muito bem isso. Ser o “daddy” dela é dominar e dar garantia de que ela pode ter tudo o que precisa, um chefe de família, responsável e protetor – inclusive segurança financeira com um “sugar daddy”.

Diferente do termo ‘daughter‘ (filha), muito utilizado nas produções pornográficas que é literalmente a vontade de um pai transar com a filha, representado geralmente nos vídeos por pais e filhas adotivos, quando de mesmo sangue se torna puro incesto.

Imagens do post da atriz pornô Kylie Page para o site ‘My Daughter’s Hot Friend’. Abaixo outro vídeo da atriz fazendo o papel de “step sister” (irmã postiça), desta vem em formato POV: