Se tem uma coisa que me irrita é homem que se acha no direito de te “assediar” no meio da rua. Sério, é ridículo, é feio, é degradante. Você está passando e vem um maníaco sexual com um instinto animal deprimente se achando no direito de te chamar de gostosa ou qualquer outra coisa do tipo. Volta pro redtube, meu querido.

Desculpem o tom exaltado, mas não dá pra falar dessa gente de outro jeito. A vontade que eu tenho é de chamar a polícia, um dia eu ainda faço. Tudo bem você olhar a pessoa, reparar, acontece. Mas tem uns que puta que me pariu… tinham que ser enjaulados. E tem mulher que gosta, né… Seria o que, falta de livro do Augusto Cury em casa? Dá pra aumentar a autoestima sem precisar passar num canteiro de obras esperando que alguém te chame de “Delícia” e faça algum barulho bizarro com a boca.

Esses dias até pensei em comprar um spry de pimenta, sério. Mas ainda tô pensando, porque do jeito que eu sou intolerante com esse tipo de desrespeito acho que cegaria um cretino desses. Gostaria muito de saber o que vocês acham do assunto, verdade mesmo. Mulheres que acham isso normal, homens que fazem, etc. Queria entender como funciona a mente, sabe?

Segundo a lei, cantada não caracteriza assédio sexual. Vejam bem, para mim, simples cantadas ou elogios realmente não são assédio, embora eu ache uma “invasão de privacidade”. Falo da palavra suja, do constrangimento, da situação embaraçosa que, às vezes, acontece quando a pessoa exagera no “elogio”.

E quando esse exagero acontece, meu bem, torça para eu não estar num mau dia…