A industria pornográfica e o mercado erótico tem, em comparação a quantidade de atrizes brancas, poucas atrizes negras despontando como grandiosas pornstars. É relevante falar que as atrizes pornôs negras ainda sofrem racismo e desigualdade dentro da categoria, como foi afirmado por jornalistas e profissionais do segmento adulto na publicação ‘11 fatos que mostram que o pornô é racista‘, e talvez seja por esse fator que a tag “ebony” sempre fique em segundo plano e a quantidade de atrizes seja mais escassa. Entretanto as estrelas pornôs negras merecem respeito. A lista não segue uma ordem de “pior” para “melhor”, adicionamos de acordo com nossa memorabilia. Caso queira contribuir com a lista, deixe sua sugestão nos comentários deste post.

Confira as 93 melhores atrizes pornôs negras de todos os tempos

Luna Corazon

Luna Corazon começou sua carreira em 2015 e apesar de aparentar ser uma “ninfeta” tem hoje 28 anos de idade. Luna é brasileira, natural de São Paulo, e tem tido bastante destaque em produções gringas.

NoeMilk

NoeMilk é uma das maiores estrelas pornôs de Portugal. Ela nasceu em 2 de maio de 1994. Sua carreira pornográfica está ativa desde 2012. Seus vídeos do Cumlouder fazem muito sucesso na Espanha.

Natasha Lima

A Vila Mimosa – zona de prostituição carioca – foi o celeiro de diversas atrizes cariocas de filmes adultos. A mais famosa foi Natasha Lima, que chegou a participar de um dos episódios da série Mike in Brazil. Sobre a Vila Mimosa: São exatamente 70 casas na Vila, em cada uma encontram-se no mínimo 10 quartos. Na Vila quase todos os estabelecimentos funcionam 24 horas (apenas as barracas, as tendas e os trailers que vendem refeições e bebidas funcionam a partir das 15/16 horas). Segundo a Associação dos Moradores do Condomínio e Amigos da Vila Mimosa (AMOCAVIM), nas noites de sexta-feira e de sábado há cerca de 4.500 pessoas (em torno de 3.000 homens e 1.500 mulheres) transitando no complexo da Vila Mimosa. Para a segurança da Rua Sotero dos Reis e interna, uma equipe de segurança (à paisana) é paga pelos proprietários das casas. Não é permitido que travestis ou garotos de programa trabalhem no local, pois para preservar a tradição, somente mulheres são aceitas.

Jazmine Cashmere

Jazmine Cashmere entrou para a pornografia em 2004 aos 20 anos e se aposentou em 2012. Cashmere foi ganhadora da categoria ‘Best Anal Performer’ no Urban Spice Awards e em 2017 entrou para o Hall da Fama do Urban X Awards.

Alexis Silver (Serena)

Alexis Silver nasceu em Leeds na Inglaterra e entrou para a pornografia em 2004. Em 2012 ela abriu seu próprio negócio on-line de utensilios para a cozinha.

Harley Dean

A americana Harley Dean entrou na pornografia em 2014 e vem encantando seus fãs com sua beleza negra.

Janet Jacmé

Janet Jacmé começou sua carreira na pornografia em 1992 e a finalizou em 2011. Em 2008 produziu filmes pornográficos como diretora e no mesmo ano entrou para o Hall da Fama do Urban Spice Awards.

Amber Steel

A atriz pornô Amber Steel ficou apenas o de 2012 na carreira. Ela gravou cerca de 6 cenas pornográficas e foi indicada ao Urban X Awards na categoria ‘Rising Star: Female’.

Tyra Moore

Tyra Moore nasceu em 4 de junho de 1985 (algum debate se foi no dia 6 de abril). Ela vem de Nova York e, depois de completar 18 anos, começou a fazer strip-tease. Em 2006 iniciou sua carreira no pornô se aposentando em 2012. Apesar de ter feito poucas cenas pornográficas é uma das favoritas dos entusiastas da pornografia negra e interracial.

Amile Waters

A cubana Amile Waters começou sua carreira pornográfica em 2007 e terminou em 2014. em 2008 foi indicada ao Urban Spice Awards na categoria ‘Best Female Newcomer’.

Cassidy Banks

Cassidy Banks está em atividade desde 2014 e já é uma das atrizes pornôs afro-americanas mais populares do site Brazzers. Cassidy Banks já foi indicada a 4 categorias (3 delas sobre seus seios) de 4 premiações do cinema adulto, AVN Awards, Nightmoves, Nightmoves Fan Awards e XBIZ Awards.

Luana Alves

A mulata brasileira Luana Alves hoje tem 40 anos e está aposentada da carreira de vídeos adultos, mas de 2005 a 2008 fez grande sucesso em vídeos pornográficos.

Michelle Banks

Michelle Banks ficou nove anos na carreira pornô, de 2004 até 2013. Michelle Banks é também conhecida como Melodie Mitchell, Misha, Catherine, Marissa, Mischa, Denice, Misha McKinon.

Jemini

Jemini atuou como atriz pornô de 2004 até 2008. Sua carreira teve maior publicidade quando ficou grávida de um jogador da NFL, Tanard Jackson, do Tampa Bay Buccaneers. Jemini abandonou a pornografia para se dedicar à criança, quando Tanard parou de pagar a pensão a ex-atriz pornô partiu para a prostituição e foi presa.

Roxy Reynolds

Esta bela negra trabalhou como atriz pornô por 8 anos, entre 2005 e 2013. Roxy também é conhecia na pornografia pelos apelidos Sexy Schanell, Schnell Sanders, Schnell Marie Sanders. A ex-atriz pornô foi indicada duas vezes ao AVN Awards nas categorias ‘Unsung Starlet of the Year’ em 2010 e ‘Fan Award: Social Media Star’ em 2015. Em 2008 ganhou o Urban Spice Awards em duas categorias ‘Best Female Performer’ e ‘Crossover: Female’. Em 2017 entrou para o Hall da Fama do Urban X Awards.

Havana Ginger (Mika Brown)

Havana Ginger, uma negra de traços latinos, está em atividade na pornografia desde 2004. Apesar de americana, nascida em Los Angeles, Havana é conhecida como ‘Cuban Muffin’ nas redes sociais. Em 2017 a atriz pornô foi indicada ao XRCO Awards na categoria ‘Best Cumback’.

Cherokee D’Ass

Cherokee D’Ass teve uma carreira de 23 anos no cinema adulto, trabalhando de 1994 até 2015. A ex-atriz pornô foi indicada ao Urban Spice Awards na categoria ‘Best Anal Performer’ em 2008. Atualmente Cherokee mantém um site de fetiches com diversas modelos BBW – cherokeesfetishes.com.

Amber Stars

Amber Stars entrou na pornografia aos 20 anos em 2009. Em 2016, Amber Stars foi indicada ao AVN Awards na categoria ‘Fan Award: Best Boobs’.

Aurora Jolie (Nikara)

A ex-atriz pornô italiana Aurora Jolie esteve na carreira pornô de 2003 até 2013. Em 2007 a revista NightMoves indicou Aurora na categoria ‘Best New Starlet’. Em 2008 foi indicada ao Urban Spice Awards na categoria ‘Best Female Newcomer’.

Beauty Dior (Tyana Mills)

Beauty Dior começou sua carreira pornográfica com 23 anos idade e esteve nela de 2003 até 2014. Recentemente Beauty retornou ao pornõ distribuindo vídeos exclusivos para seus assinantes. Em 2008 a atriz pornô foi indicada em 3 categorias do Urban Spice Awards: ‘Best Anal Performer’, ‘Best Female Performer’ e ‘Biggest Ass in Porn’.

Jeannie Pepper

Com uma carreira de três décadas, Jeannie é uma das lendárias atrizes pornôs negras, fazendo cerca de 200 filmes. Em 1997 a ex-atriz pornô entrou para o Hall da Fama do AVN Awards sendo a primeira afro-americana a ter esta honra. Em 2008 entrou para o Hall da Fama do Urban Spice Awards.

Michelle Tucker (Africa)

Michelle Tucker teve uma carreira meteórica na industria pornô, apenas um ano, de 2005 a 2006. Neste um ano “Africa” participou de mais de 30 filmes com a temática ‘ebony’ e ‘interracial’.

Nautica Binx

Nautica começou sua carreira pornográfica aos 19 anos em 2003 e terminou três anos depois em 2006.

Bethany Benz

Bethany “Caviar” Benz nasceu na Ucrânia e começou a carreira pornô em 2010. Caviar continua em atividade fazendo vídeos para o Reality Kings e outros produtoras pornográficas. Em 2012 Benz foi indicada ao AVN Awards na categoria ‘Best New Starlet’.

Jezabel Vessir

Jezabel Vessir está no pornô desde 2014 e apesar de aparentar ser uma “novinha” tem 27 anos e começou a carreira com 24. A atriz pornô americana também é camgirl e faz shows no onlyfans.com e myfreecams.com. Em seu instagram Jezabel afirma ser 100% natural

Leilani Leeane (April May)

Leilani Leeane começou sua carreira em 2011, com 19 anos, e terminou em 2016. Em 2012 Leilani obteve indicação na categoria ‘Best New Starlet’ no prêmio da revista Nightmoves e cinco indicações no Urban X Awards, ganhando na categoria ‘Rising Star: Female’. Leilani Leeane foi indicada quatro vezes ao AVN Awards, duas vezes em 2013 e outras duas em 2014. É conhecida pelos apelidos April May e Stacie Danielle.

Pinky (Pinky XXX)

Pinky teve uma carreira no pornô de 8 anos, começando em 2006 e terminando em 2014. A ex-atriz pornô de cabelo rosa nunca foi indicada ao AVN Awards, porém teve três indicações no Urban Spice Awards em 2008 e em 2017 entrou para o Hall da Fama da premiação. Atualmente Pinky é camgirl no cammodels.com.

Alicia Tyler (Alisha)

Alicia Tyler entrou para o pornô com 21 anos em 2006 e saiu da carreira de filmes adultos em 2009. Nestes três anos fez cerca de 40 filmes pornôs.

Adrian Maya (Adriana Maya)

Adriana Maya é uma atriz pornô que tem se destacado no universo pornográfico. Adriana entrou para a industria adulta aos 18 anos em 2014 e em 2017 foi indicada na categoria ‘Fan Award: Hottest Newcomer’ do AVN Awards.

Julie Kay

Julie Kay entrou no pornô aos 20 anos em 2014 e até o momento participou de cerca de 31 cenas pornográficas.

Isabella Chrystin

Isabella Chrystin também é conhecida no pornô pelos apelidos Izabella B, Isabella Chrystine, Izabela Christyn, Alexandra, Alex, Alex Cassandra. Isabella entrou para a pornografia em 2010 e segue ativa.

Megan Vaughn

Megan Vaughn está aposentada desde 2016, sua carreira pornográfica teve início em 2010 e a atriz pornô negra chegou a ser indicada ao Urban X Awards de 2012 na categoria Best Three Way Scene com uma cena do filme ‘Black Anal Addiction’.

Kira Noir

A californiana Kira Noir entrou para o pornô aos 20 anos em 2014, desde lá ela já foi indicada em 4 categorias do AVN Awards, duas do Spank Bank Awardsm duas do XBIZ Awards e uma do XRCO Awards, todas as indicações foram em 2017.

Ana Foxxx

Ana Foxxx está ativa no pornô desde 2012. A atriz pornô foi indicada onze vezes ao AVN Awards entre os anos de 2013 e 2017. Ana Foxxx teve outras dezenove indicações em diversos prêmios da industria de filmes adultos. Em 2015 ganhou o Spank Bank Technical Awards na categoria ‘The Darker The Berry, The Sweeter The Juice’.

Sophia Fiore

Desde 2013 Sophia Fiore está ativa na carreira de atriz pornô. Sophia Fiore já foi indicada duas vezes à premios do cinema adulto, em 2013 no Sex Awards, na categoria ‘Hottest New Girl’ e em 2015 no AVN Awards na categoria ‘Best Group Sex Scene’ com o filme ‘Holly… Would’ de 2014.

Jenna J. Foxx

Jenna J. Foxx apesar de estar a pouco tempo na carreira como atriz pornô, desde 2015 – iniciando com 19 anos, já participou de cerca de 58 cenas pornográficas.

Carmen Hayes

Carmen Hayes também conhecida como Cherish, Anita, Luscious, Carmen Haze, Carmen Jones, Fantasy ou apenas Carmen se aposentou em 2015 depois de 13 anos de carreira no pornô. Carmen Hayes foi indicada duas vezes em 2008 em duas categorias do Urban Spice Awards ‘Best Female Performer’ e ‘Best Oral Female’ e entrou para o Hall da Fama do Urban X Awards em 2017. Ao longo de sua carreira, iniciada em 2002, Carmen gravou cerca de 244 cenas pornográficas.

Dellata Brown

Delatta Brown começou sua carreira pornô aos 28 anos em 2005 onde ficou até 2013. Dellata gravou cerca de 127 cenas pornográficas.

Ivy Sherwood

No pornô desde 2013, Ivy Sherwood é uma das mais belas negras da nova geração de atrizes pornôs “ebony”.

Lavish Styles

Lavish Styles é a sósia pornô da cantora Rihanna. Lavish esteve no pornô de 2007 até 2013 e foi indicada no último ano de sua carreira ao XBIZ Awards na categoria Best Actress – Couples -Themed Release, Black Romance com a cena do filme Straight from My Heart (2012).

Sinnamon Love

Sinnamon Love entrou para o pornô com 20 anos, sua carreira em filmes adultos foi de 1993 até 2014 gravando mais de 300 cenas pornográficas. Em 2008 Sinnamon foi indicada ao Urbans Spice Awards em duas categorias ‘Beat Anal Performer’ e ‘Best Female Performer’, em 2011 entrou para o Hall da Fama do AVN Awards.

Vanessa Blue

Vanessa Blue se aposentou da carreira pornô com 20 anos de trabalho (de 1996 até 2016). Vanessa também foi diretora de filmes adultos atuando nesta área de 2003 à 2010. Em 2010 foi indicada na categoria “Ebony Performer of the Year” no XFanz  Awards. Entrou para o Hall da Fama do AVN Awards em 2013.

Deborah Blu

Deborah Blu entrou no pornô junto com sua irmã ‘Bella Blu’ participando do reality show ‘A Casa das Brasileirinhas’. Neste um ano de carreira a atriz pornô fez cerca de 30 filmes pornográficos.

Joyce Oliveira

Joyce Oliveira é outra brasileira que merece destaque no ranking das melhores atrizes pornôs negras. Joyce está aposentada da carreira pornô desde 2011, tendo iniciado a vida de filmes adultos aos 35 anos em 2007. A baiana de seios pequenos e enorme bunda contracenava com marquinhas de biquíni deliciosas.

Strokahontas

A atriz pornô americana Strokahontas fez carreira no pornô de 2006 até 2012.

Angel Kelly

Angel Kelly trabalhou em duas décadas, parcipando do pornô nos anos 80, começando sua carreira em 1985 e finalizando nos anos 90, mais exatamente no ano de 1991. Angel Kelly fez muitos vídeos da antológica série ‘Afro Erótica’. Em 2005 um vídeo compilado trouxe Angel ao lado de Jeannie Pepper: ‘Battle of the Superstars: Angel Kelly vs. Jeannie Pepper’. Angel Kelly entrou para o Hall da Fama do XCRO Awards em 2009. Ela trabalhou como diretora pornô no fim de sua carreira como atriz, entre 1990 e 1991.

Courtney Devine

Courtney Devine começou sua carreira aos 20 anos em 2002 e saiu da industria de filmes adultos em 2010. Em toda sua carreira Devine participou de cerca de 100 filmes pornográficos.

Lacey Duvalle

Lacey Duvalle, também conhecida como Shandra, Pebbles ou Quita, começou sua carreira pornô logo quando completou 18 anos em 2000 e teve uma carreira de sucesso até 2012. Lacey fez parte de cerca de 150 filmes e ficou muito famosa em cenas BBC (big black cocks). Em 2009 ganhou o prêmio de melhor cena POV no Urban X.

Dominique Simone

Simone foi adicionada ao Hall da Fama do AVN Awards em 2007, sendo a quarta afro-americana a ter tido esta honra, as outras três antes dela foram Jeannie Pepper (1997), Heather Hunter (2003) and Janet Jacme (2006). Dominique Simone também é conhecida no pornô pelos apelidos Monique Simone, Domonique, Coco, Dominique, Dominique Seymour, Deadra Marrow, Jennifer Rose.

Chanell Heart

A atriz pornô americana Chanell Heart entrou para o cinema adulto em 2013 aos 20 anos. Chanell Heart já foi indicada oito vezes ao AVN Awards, 6 vezes ao Spank Bank Awards e uma vez ao XBIZ Awards. Apesar de tantas nomeações Chanell Heart ganhou apenas um prêmio, o ‘Ebony Princess of the Year’ do Spank Bank Technical Awards.

India

India entrou para a pornografia em 1997, aos 20 anos, e saiu dela em 2008. Em 2000 foi indicada na categoria ‘Best New Starlet’ do AVN Awards.

Marie Luv

Marie Luv não é apenas uma das estrelas pornôs negras mais ativas da indústria, ela é uma das estrelas pornôs mais ativas de todos os tempos. Ela atuou em quase 500 filmes entre 2000 e 2015 e não está se preparando para se aposentar muito cedo. Ela se prepara para gravar cenas como uma belíssima MILF e talvez continue na carreira como uma linda “cougar”. Aparentemente a indústria pornográfica é uma empresa familiar para Marie, já que seu irmão, Nick Da’Kannon, também é uma estrela no mundo pornô gay. Marie Luv ganhou dois prêmios para profissionais da industria pornô, em 2008 o Urban Spice Awards na categoria ‘Best Anal Performer’ e em 2009 o XRCO Awards na categoria ‘Unsing Siren of the Year’. Marie só foi indicada uma vez no AVN Awards em 2012.

Nyomi Banxxx

Nyomi Banxxx já está aposentada, sua carreira no pornô percorreu o período de 2006 até 2013. Nos 7 anos sendo uma estrela pornô Nyomi Banxxx conseguiu estrelar o dobro de filmes que as outras estrelas pornô seriam capazes em 10 anos carreira. Foram mais de 200 filmes apresentando todos os tipos de fetiches e fantasias, incluindo cenas lésbicas, gang bang, sexo com óleo, fetiche em látex, dominação feminina e mais. Nyomi venceu seu primeiro AVN Awards em 2017 com uma cena do filme Suicide Squad XXX: An Axel Braun Parody.

Layton Benton

Layton Benton está em atividade na carreira pornõ desde 2011. Em 2015 Layton Benton foi indicada ao AVN Awards na categoria ‘Fan Awards: Hottest Ass’.

Miuki Ohara

Miuki Ohara é uma atriz brasileira aposentada negra com descendência japonesa. Miuki Ohara participou do filme ‘Onze Homens e Nenhum Outro Segredo’ com Alexandre Frota.

Angel Cummings

Angel Cummings entrou para o pornô aos 18 anos em 2008 e ficou na industria do cinema adulto até 2013. A “ninfeta” americana natural do Texas sumiu do mapa depois da aposentadoria.

Caramel

Caramel foi uma atriz pornô panamenha que trabalhou na pornografia entre 1998 e 2008. Caramel fez diversas cenas para a série de filmes ‘Sugarwalls’ da produtora Elegant Angel no início dos anos 2000. Como atriz pornô Caramel participou de cerca de 150 filmes.

Anya Ivy (Sexxxy Ivy)

Anya Ivy está no pornô desde 2014. Em 2016 foi indicada ao AVN Awards na categoria ‘Fan Award: Best Boobs’.

Monique Carvalho

Monique Carvalho foi uma atriz pornõ brasileira com apenas um ano de carreira (2011-2012). Monique Carvalho fez a maior parte de suas cenas com a produtora Brasileirinhas. Monique chegou a gravar duas cenas para o Reality Kings ‘Crossfit Coochie’ (2011) com Loupan e ‘Wet and Juicy’ (2013) com Rogê.

Nicole Bexley

Nicole Bexley está no pornô desde 2015 quando começou sua carreira aos 18 anos.

Teanna Trump

Teanna Trump está na carreira pornô desde 2014 e em 2017 foi indicada a dois prêmios: AVN Awards ‘Best Oral Sex Scene com o filme ‘Deep Throat League 2’ (2016) e XRCO Awards na categoria ‘Orgasmic Oralist of the Year’.

Montana Fishburne (Chippie D.)

A filha do ator hollywoodiano Lawrence Fishburn, Montana Fishburne começou sua carreira pornô com uma sex tape “vazada” pela Vivid, assim como Kim Kardashian e Tila Tequila. Montana começou efetivamente no pornô em 2010 e continua, mesmo depois de polêmicas com seu pai, na carreira pornográfica. Atualmente ela é conhecida como Chippie D.

Candace Von

Candace Von, que é parte afro-americana e parte dominicana, está na ativa na pornografia desde 2005. Em 2008 Candace Von foi indicada ao Urban Spice Awards em duas categorias: ‘Best Female Performer’ e ‘Frankiest Girl in Porn’.

Jasmine Webb

A atriz pornô inglesa Jasmine Webb está na pornografia desde 2007.

Kendall Woods

A ninfeta Kendall Woods entrou para o pornô aos 18 anos em 2016 e é uma das mais promissoras novas atrizes pornôs negras do mercado de entretenimento adulto.

Bella Moretti

Bella Moretti entrou para o pornô em 2008 quando tinha 19 anos e se aposentou em 2014. Em 2012 Bella Moretti foi indicada ao Urban X Awards em duas categorias: ‘Best Three Way Scene’ com uma cena do filme ‘Hitchhikers 2’ de 2011 e ‘Female Performer of the Year’.

Sheila Brown (Tamirys)

A brasileira Sheila Brown teve uma curta carreira na pornografia, foram apenas dois anos entre 2005 e 2007. 99% dos seus vídeos foram gravados pela produtora Brasileirinhas. Sheila participou dos filmes “Mulheres que Traem 6”, “Elas Gostam Atrás”, “Cafetão”, “Show de Bola” e “Kid Bengala”, neste último fazendo anal sem camisinha com Kid.

Diamond Jackson

A atriz pornô MILF negra Diamond Jackson está ativa no pornô desde 2007. Diamond Jackson foi indicada a duas premiações do cinema adulto ao longo de sua carreira, Em 2012 ‘MILF Performer of the Year’ no Urban X Awards e ‘Ethnic Performer of the Year’ no The Fannys em 2014. Diamond é a atriz pornô afro-americana mais popular do site Brazzers.

Kiki Minaj (Minnie)

Kiki Minaj tem este nome por conta de sua avantajada bunda, assim como da popstar Nicki Minaj. Kiki é britânica e entrou para a pornografia em 2013. Ela faz parte do top 5 atrizes negras mais populares do site Brazzers.

Keisha Kane

A britânica de Manchester na Inglaterra Keisha Kane teve uma carreira na pornografia de 5 anos, trabalhando de 2007 até 2012. Kane foi indicada como ‘Best Female Actress’ no Adult Filme and Television Awards 2008.

Mya Lovely

A canadense de Montreal Mya Lovely começou sua carreira em 2003 e se aposentou em 2007.

Giovanna Bombom (Giovana Frazão)

Giovanna Bombom é a atriz pornô negra brasileira mais gostosa da atualidade. Bombom está na carreira pornô desde 2015 e tem participado de produções pornográficas de diversas produtoras nacionais como BM Video, Sexy Hot, West Sex Brazil, Teste de Fudelidade, Turma o Sexo, entre outras.

Karissa Kane

A ninfeta Karissa Kane entrou para a pornografia em 2015 aos 19 anos e é uma das negras com traços latinos mais gostosas da atualidade.

Olivia Winters

Olivia Winters trabalhou como atriz pornô de 2003 até 2009, ao longo dessa carreira foram cerca de 130 cenas gravadas.

Brittney White

A americana Brittney White entrou para porno em 2016 aos 19 anos. A ninfeta também é considerada uma das grandes promessas do pornô.

Codi Bryant (America Moore)

Codi Bryant ficou ativa na pornografia de 2009 até 2013 e nestes 4 anos de carreira gravou cerca de 50 cenas pornográficas.

Ayana Angel (Aniya)

Ayana Angel começou sua carreira como atriz pornô em 2001, finalizando-a em 2011. Sua enorme bunda sempre foi sua marca registrada fazendo sucesso em vídeos como ‘In Da Booty 2’, ‘Bun Glazer’, ‘Buttfaced 6’ e ‘Booty Call 11’.

Bambi Bliss (Jenna Brooks)

Bambi Bliss parece ainda estar na ativa, sua carreira teve início em 2001 e a bela negra se consagrou como uma das mais belas na categoria “ebony”. Ela é também conhecida pelos apelidos Krystal Starr, Heaven St. Claire, Bambi, Heaven St. Clair, Bambi Blitz.

Misty Stone

Misty Stone é a sósia pornô da atriz de Hollywood Halle Berry, para quem tem a fantasia com a atriz. Em seus 9 anos de atividade Kapri participou de mais de 300 cenas. Sua carreira tem 11 anos, em atividade desde 2006. Misty foi nomeada diversas vezes ao AVN Awards, mas seu único título pornográfico foi no Urban X Awards em 2011 na categoria “Best Couple Scene”

Charmaine Sinclair

A inglesa Charmaine Sinclair deixou a carreira de ‘modelo glamour’ para seguir como modelo softcore em revistas masculinas britânicas. Depois de aparecer em 9 edições especiais da revista Playboy Lingerie partiu para a pornografia em meados de 1990. O biógrafo do ator hollywoodiano Robert De Niro, Shawn Levy, afirmou que Sinclair foi amante do ator na década de 90. Charmaine saiu da carreira de atriz pornô em 2011.

Midori

Midori é a irmã mais nova da popstar Jodie Watley. Para não ficar na sombra de sua irmã começou a se dedicar na dança e logo partiu para a dança erótica. Midori entrou para o pornô em 1996 e esteve ativa na pornografia até 2008. Ela também foi diretora de filmes adultos nos anos de 1996, 1997, 1998 e 1999. Midori entrou para o Hall da Fama do AVN Awards em 2009 se consagrando uma das maiores atrizes pornôs afro-americanas de todos os tempos.

Heather Hunter

Heather Hunter entrou para a pornografia aos 19 anos em 1988 e se aposentou em 2004. Heather Hunter fez a maioria de suas cenas pornográficas com a produtora pornô Vivid. Hoje Hunter é fotógrafa.

Adriana Sage (Alana Moreno) 

A mexicana Adriana Sage começou sua carreira pornográfica como stripper logo depois de sair da escola, ela gostava muito de se exibir e passou a fazer fotos para revistas, em 2000 aos 19 anos entrou para o cinema pornô onde ficou ativa até 2006.

Janaina Paes (Janaina Rios)

A eterna “ninfeta” Janaina Paes comçou sua carreira no pornô aos 19 anos em 2006 e se aposentou em 2009. Os filmes que mais marcaram a carreira de Janaina Paes foram produzidos pela produtora Panteras: ‘Delírios de uma Adolescente’, ‘Dia em que Eu Fiz 18 Anos’ e ‘Encontros Ardentes’.

Desiree West

Desiree West começou sua carreira na pornografia em 1977, sendo considerada uma das primeiras estrelas pornô afro-americanas. Desiree se aposentou em 1980 e teve em 2004 seu melhor ano de faturamento quando uma compilação de suas cenas foi lançada ‘Double-D Soul Sister: A Desiree West Collection’. Em 1990 a Organização de Criticos X-Rated honrou West colocando-a no Hall da Fama do XRCO. Desiree West também é conhecida na pornografia pelos apelidos: Daphne Phalse, Desireé, Azure Té, Dee Marshall, Jo Jo Gumm, Fat Lee, Rayha Teresee, Desirée West, Desirée, Dee Dee Willing, Patty Lester, Desire West, Desiree, Pat Lee, Patricia Lee, Pat Desado, Susie Sung Lee.

Julia Channel (Lydia Chanel)

Julia Channel foi uma atriz pornô francesa que trabalhou entre 1992 e 1996, iniciando sua carreira aos 19 anos – pouco antes foi modelo erótica posando para revistas como Playboy e Penthouse. Julia participou dos clássicos pornôs ‘Eros e Tanatos’, ‘Lunga Notte della Paura’, ‘Nebbia del Passato’, ‘Racconti di natale’ e ‘Stupri di guerra’ do mestre Mario Salieri. Julia Channel também fez diversos filmes dos produtores Marc Dorcel e Luca Damiano. Em 2008, o Channel publicou uma autobiografia intitulada L’enfer vu du ciel ( o inferno visto do céu ). Em 2010, ela criou um site de serviço de namoro para solteiros chamado Mecacroquer.

Tyra Banxxx

Tyra Banxxx participou de cerca de 80 filmes pornográficos, ela iniciou na pornografia aos 31 anos de idade em 2004 e se aposentou em 2013 – depois de uma briga judicial pelo uso do nome reivindicada pela apresentadora de TV e modelo Tyra Banks.

Emanuelle Diniz (Bruna Lins)

Emanuelle Diniz – uma das maiores e mais gostosas mulatas do Brasil – estreou no pornô aos 21 anos em 2004 e se manteve ativa até 2013 – algumas fontes dizem que ela ainda está em atividade na pornografia.

Ebony Ayes

Ebony Ayes, juntamente com Jeannie Pepper, Purple Passion, Heather Hunter está entre as primeiroas mulheres afro-americanas a entrar para o pornô. O início de sua carreira pornográfica foi em 1985 e teve auge no final da década de 80 e início dos anos 90. Ayes fez mais de 110 filmes, sendo que 56 deles foram gravados em apenas um ano (1988). Seu último filme foi gravado em 1994. Depois de deixar a indústria de filmes para adultos em 1996, Ayes trabalhou como dominatrix em Atlanta, na Geórgia, nos EUA. Ela também se apresentou algumas vees como dançarina em clubes de strip na costa leste dos Estados Unidos. Ebony Ayes se aposentou da indústria de entretenimento para adultos no início dos anos 2000 e suas cenas porno ainda estão sendo lançadas em compilações.

Marcellinha Moraes (Marcellinha)

A gaúcha Marcellinha Moraes ganhou em destaque em 2010 sendo destaque na capa do DVD ‘Buttman’s Rio Extreme Girls’. Desde 2009 no pornô Marcellinha faz anal com mestria. Marcellinha é natural de Curvelo uma pequena cidade 35 mil habitantes de Minas Gerais. Ela começou a carreira com 19 anos e trancou o curso de Enfermagem na Uninove para se dedicar à carreira de filmes adultos e pagar seus estudos. Ela já fez vídeos para o site latino “OyeLoca”.

Jada Fire

O período de 1998 até 2014 foram quentes na pornografia. Jada Fire já iniciou sua carreira como uma estrela pornô MILF. Foram cerca de 600 cenas com destaque para muitas cenas em trio, gang bang, orgias sadomasoquistas. jada Fire entrou para o Hall da Fama do AVN Awards em 2011.

Skin Diamond

Skin Diamond merece toda nossa admiração. Skin é parte europeia, parte africana e essa combinação é formidável. Seu rosto, seus seios, seus quadris e todas as outras partes do seu corpo são motivos suficientes para se apaixonar por ela. Diamond tem mais de 300 cenas pornográficas gravadas e também testa suas habilidades também como diretor. Foi nomeada dezenas de vezes aos prêmios da industria pornô e ganhou 2 AVN Awards em 2014. Ainda em atividade está na carreira desde 2009.

Kapri Styles

Kapri Styles foi nomeada uma única vez ao AVN Awards em 2010. Styles trabalhou na indústria pornô de 2005 até 2014 gravando cerca de 150 filmes. Suas tatuagens localizadas em suas nádegas querem dizer respectivamente “beleza” e “riqueza”.

Clique aqui e confira também 30 atrizes negras novatas no pornô