Depois de tantas bundas bronzeadas e musculosas, apresento-lhes: o meu bumbum.

Meu bumbum é sem graça, nada abrasileirado, nem um pouco arrebitado e lotado de imperfeições.

Quando vou para os Estados Unidos ou para Europa sempre rola a pergunta “Mas você tem certeza  de que você é brasileira mesmo?” e eu respondo meio tímida que infelizmente sim.

 

Por Mayra Medeiros

 

 

O bumbum da Miss Bumbum é lindo, mas tem mesmo que ser daquele jeito? É aquele mesmo o modelo de bumbum perfeito?

 

Cito aqui um trechinho de um texto do Arnaldo Jabor sobre a bunda da Juliana Paes:

“Daí, me bateu a verdade inapelável e cruel: a bunda não existe. Só existe a “idéia” de bunda, o conceito platônico de bunda. Isso. No caso de Juliana, o bumbum real destrói o bumbum imaginário. Sempre sonhamos com aquele bumbum adivinhado sob os vestidos na novela e ele tinha a multidimensão rica de uma metáfora. Ele era todos os bumbuns, ele era uma promessa de vida em nossos corações. Mas, diante do bumbum real a vida perdeu o mistério, tudo se aquietou na paz da anatomia óbvia. O bumbum deixou de ser uma utopia e só restou o bumbum possível. Vemos, com clareza e realismo, que virou um bumbum mortal, sem transcendência, que é apenas um bom bumbum brasileiro, que um dia cairá, como o PT.

Por isso, me pergunto por que a bunda é nosso símbolo? Para os anglo-saxões são os seios, leiteiros, alimentícios. O bumbum para nós, ibéricos, é menos inquietante que a vagina; essa nos lembra fecundidade, essa nos coloca
diante da responsabilidade da criação da vida, e até dos perigos da devoração pela fêmea dentada e potente. A vagina é um pênis embutido; a vagina é o “outro” e merece respeito. Já o bumbum, por infecundo, a reboque do corpo, tem uma imagem mais propícia para sacanagens sem perigo, além de ser uma herança do homossexualismo deslocado dos senhores portugueses diante das negras zulus nas senzalas.”

 ***

Voltei pro Sweetlicious agora e só escrevi dois artigos: o primeiro foi sobre o caso da menina que teve sua intimidade exposta sem autorização e eu fui tão criticada pela grande maioria dos leitores que resolvi deletar o post (por mim e pela própria menina), em seguida resolvi postar uma lista de idéias de presentes de Natal, mas até agora esse post só me repercutiu um único comentário…

Confesso que estou meio perdida sobre o que vocês querem ler aqui no site e gostaria que vocês me dessem sugestões e dicas para que os posts não sejam todos só de fotos e vídeos.

Gosto de escrever sobre putaria, sexo e relacionamentos, mas gosto de colocar bom gosto no meio.

Sinceramente, gostaria de poder compartilhar com todos vocês as minhas singelas opiniões sobre os assuntos que me saltam aos olhos, como isso da Miss Bumbum.

 

 

Por: @rebecagalabarof

Curta a minha Fanpage!