É aquele típico hábito masculino: Exibir a beldade que tá comendo para os amigos. Melhora a autoestima e a sensação de virilidade. Tem até uma piada em que um cara desiste comer a Sharon Stone porque não poderia contar pra ninguém. O problema é que em tempos digitais e de redes sociais, tudo vira público. Em poucas horas um vídeo compartilhado no whatsapp pode ganhar repercussão nacional. Vamos ao caso deste post:

No vídeo uma mulher muito boa de saúde é filmada pelo amante enquanto se veste depois de uma transa no motel. Enquanto filma, o Ricardão conversa no celular com um amigo de apelido ‘Careca’ e comenta sobre a amante.

O caso aconteceu no começo do ano, em Assu, no Rio Grande do Norte. Uma cidade conhecida pelo grande número de mulheres infiéis, segundo este site, que publicou sobre a traição. Diferente do caso Fabíola, desta vez a amante dizia ir à academia, em vez de fazer as unhas.

“Careca, lembra daquela mina que eu tava comendo no motel quando você me ligou?! Olha ela aí no vídeo que estou te enviando no whatsapp”: