squirting-sweet2

Squirting” é algo tão excitante que muitas mulheres desejam experimentar a sensação de “esguichar” de tanto tesão, ao mesmo tempo que os homens torcem para ver suas parcerias ‘esguicharem’ de tanto prazer. Há quase um mito glorioso sobre o “squirting”: Para as mulheres seria a sensação máxima do orgasmo, e para os homens a constatação incontestável de que levou uma fêmea ao êxtase máximo.

Mas sempre ficou uma questão em aberto: Do que é feito aquele líquido transparente que nada lembra a ejaculação masculina? Seria urina ou simplesmente o maravilhoso líquido que representa a ejaculação feminina, nada viscoso e esbranquiçado como a “porra” do homem. Algumas pessoas que já experimentaram juram que não tem odor de urina.

squirting-sweet1

Pesquisadores franceses lançaram um recente estudo intitulado “Natureza e origem dos “Squirting” na Sexualidade Feminina, onde depois de avaliar o líquido em 7 mulheres, constataram: Sim, “squirting” é urina, pois o líquido acusou a presença de ureia, creatinina e ácido úrico, além da presença de fluído vaginal, devida a excitação feminina, na maioria dos casos (5 das 7 participantes). Confirmou-se também, em todas as 7 mulheres testadas no experimento, o esvaziamento da bexiga após o “squirting”. Os dados foram coletados com base no monitoramento ultrasonográficos da bexiga, ecografias pélvicas e análises bioquímicas.

CONCLUSÃO: “Esguichar” é essencialmente a emissão involuntária de urina durante a atividade sexual, embora a contribuição marginal de secreções prostáticas ao fluido emitido muitas vezes existe.

Fonte

BÔNUS: A maravilhosa Lacey Johnson jorrando de tesão. Minutos: 5:25, 5:40, 5:54…