O grupo coletivo ‘Performance Corpo Política” foi responsável por essa apresentação ‘artística’ batizada de ‘Diota’. Segundo informações em seu próprio site, o grupo ‘visa discutir a linguagem artística performance enquanto campo híbrido da arte contemporânea: corpo, coletivo, cidade e política, com o objetivo de gerar reflexão a partir de material fotográfico, videográfico e bibliográfico.”

Levando-se em conta que qualquer bobagem escatológica consegue ser taxada de arte hoje em dia, podemos classificar a apresentação abaixo como ‘muito boa’.