Lindas, perfeitas, perfumadas e inteligentes. Especialistas em levar qualquer homem a loucura. Estas são as acompanhantes de luxo. Você pode visitá-las em sites específicos, onde encontrará uma grande variedade para atender a sua necessidade.

Certamente terá um relacionamento honesto e transparente, além disso, anonimato e discrição estão garantidos. A grande maioria das acompanhantes de luxo possuem algum tipo de formação e até mesmo, nível superior. Preocupam-se com questões sociais, políticas e econômicas. São mulheres extremamente sociáveis que se destacam pela facilidade de se comunicar e criar empatia com qualquer pessoa ao seu redor.

E para falar sobre uma das profissões mais antigas do mundo, convidamos uma das gatas do maior portal de acompanhantes de São Paulo, o clubmodel.com.br. Com mais de 138 mil seguidores no Twitter, Brenda Paes conquista o público. Veja mais fotos dessa deusa.

– Como foi o seu primeiro programa? Foi algo “fácil” de se fazer?

Meu primeiro programa foi tenso, mas muito gostoso. Na época eu nunca tinha feito programa e quando fiz eu não tinha fotos e nem anúncio em site. Uma menina que eu tinha acabado de conhecer me indicou um cliente dela, passou minhas características e ele ficou interessado em me conhecer, principalmente depois que ela disse que eu nunca tinha feito programa, queria começar, mas não tinha coragem. O safado não pensou duas vezes, logo pensou: preciso “desvirginar” essa puta. Pensei em tudo que conversamos sobre a profissão e acabei aceitando o programa com o cliente dela. Marcamos o encontro e fui até o motel, essa amiga foi junto. Muito ingênua na época, achei que ela tivesse ido junto para me apresentar o cliente e depois iria embora, só que não. Rs… Era um encontro a três! Juro que até entrar no quarto eu não sabia, além de ser o primeiro programa da minha vida, foi minha primeira vez com outra mulher. Somos amigas até hoje, ficamos muito íntimas, rs…  Desde que tive essa experiência de ménage, nunca mais parei, eu amei e percebi que era exatamente o que eu queria. Fiquei nervosa só no início, depois me soltei. Depois desse dia, fiz um ensaio e anunciei em um site de acompanhantes.

– Qual é o tipo de cliente que mais procura você?

A maioria dos clientes que me procuram são casados, acredito que 90% deles. São homens de todas as idades e profissões, desde o médico até o estudante. Muitos pagam para não se incomodar com as cobranças de um relacionamento comum ou fora do casamento. Acabo saindo com muitos “guris” novinhos também, aqueles estudantes que ainda nem trabalham, vivem de mesada, e reservam uma grana para a putaria. Eu particularmente prefiro sair com homens mais velhos, são mais cavalheiros.

– O que você julga de mais atraente em você que é destaque na preferência dos clientes?

Sem dúvidas, no meu corpo são os meus seios. Sou magra e com peitão, acabo atraindo clientes que curtem esse perfil de mulher. Penso que além de um corpo bonito, tem que saber instigar, deixar o cliente com vontade de te conhecer.

– O que eles mais te pedem para fazer?

Por ter seios grandes, a espanhola é a campeã. Estou acostumada com as mais diversas e estranhas fantasias, mas não são todas que realizo. Tem que ter limites né? Rs…

– Algumas pessoas consideram a sua profissão como algo pesado, tal como ter que encarar homens mal-educados, ou que você não sinta a mínima atração, e assim por diante. Você considera a sua profissão pesada até que ponto?

O preço que se paga por se expor é muito alto. Não é fácil lidar com o preconceito da sociedade em relação a prostituição. Em qualquer profissão sempre tem aquelas pessoas mal-educadas, a diferença é que nós temos que ter uma intimidade muito grande em pouquíssimo tempo com uma pessoa que nunca vimos antes na vida. Sobre sentir atração, independente da beleza ou idade, é fundamental que a pessoa tenha higiene e saiba respeitar as minhas particularidades. Com algumas pessoas flui naturalmente, o santo bate e eu gozo gostoso!

– Como você lida com a constante possibilidade de contrair alguma doença sexualmente transmissível?

Por mais que eu me cuide e tome precauções, sei que estou suscetível a pegar alguma doença pelo grande número de parceiros. Faço exames periodicamente. Me cuido, meu trabalho depende da minha saúde estar 100%.  Alguns homens morrem de medo de pegar doenças de garotas de programa, mas esquecem que muitas vezes as garotas de programa se cuidam mais que as garotas “normais”. Eu só transo com camisinha.

– Você já levou muitos calotes?

Nunca levei nenhum calote! Já sai com alguns que na hora de pagar quiseram dar uma de espertinhos, mas nada que venha a ser considerado um calote.

– E a segurança, como você faz para se manter segura nesse meio no qual nem sempre se conhece as pessoas que te contratam?

É complicado. Minha segurança é atender em motel, não vou de carona com cliente. Aqui no Sul o cliente não sai do motel sem a camareira conferir o quarto, também faço uma restrição nos locais e horários que atendo. Em SP no flat, tem câmeras na recepção e o cliente tem que se identificar antes de entrar. Nunca tive problema, normalmente nosso público de clientes pagam para não se incomodar. Acredito que a insegurança seja maior para quem atenda na rua e em residências.

– Você também participa de alguma casa noturna ou clínicas para ter mais renda e clientes?

Não. Já tentei trabalhar na noite e não gostei, prefiro trabalhar pelo site. Gosto de anunciar no Clubmodel, os cadastros são verificados e os clientes que atendo que mencionaram ter me visto lá são muito fiéis, rs…  Também uso bastante o meu Twitter.

Passeando pelo site do Clubmodel, fala a verdade pra gente. Rola um Photoshop né?

No meu caso, uso filtro para pele ficar mais bonita, no Photoshop, não sei mexer, rs…  Hoje em dia os clientes pesquisam bastante, é lindo ver um ensaio bem produzido, mas eles estão cada dia mais exigentes. Se você vê um anúncio de uma Ferrari e na hora de olhar o carro é um Fiat 147 você tem o direito de não gostar né? Rs.

A internet e suas ferramentas viraram o cartão de visita das garotas de programa e deixam claro os serviços que cada uma oferece. Em termos práticos contribuiu, e muito, o trabalho das garotas. Sem intermediários. Algumas aceitam até pagamento com cartão de crédito.

Por não passarem mais as noites nas ruas em busca de clientes, as Acompanhantes de Luxo também sofrem menos agressões. Consequentemente, essas garotas são mais seletivas na hora da escolha. Muitas conversam com o interessado pelo Whatsapp antes do programa, já estabelecendo as regras e o que está incluso na sua hora de serviço.

Tempos modernos, tecnologia a serviço do prazer!